• Renato Teixeira
    "Muitos estranham o fato da minha música ter origens caipiras e eu ser caiçara, nascido em Santos. Vejo isso como uma questão puramente familiar; são fatos circunstanciais, apenas. Passei a infância em Ubatuba e a adolescência no interior do Estado. Meu pai melhorou de emprego com essa mudança; eu e meu irmão já estávamos em idade escolar; Taubaté, naquele momento, era mais conveniente. Mudamos para lá. E foi muito bom! A música, em Ubatuba, já fazia parte do meu dia-a-dia.

    Mas a música não me deixou espaços. Quis ser arquiteto por influência de um verso de Manuel Bandeira pregado na parede do atelier do Romeu Simi,; "" Passou a arquitetura, ficou o verso."" Vim para São Paulo no final dos anos sessenta, por indicação de Luiz Consorte que colocou uma fita com minhas músicas nas mãos de seu tio, Renato Consorte, que a enviou para os ouvidos do Walter Silva. Dei sorte! O Walter era um grande promotor de novos artistas e um homem muito conhecido nos meios de comunicação. As portas se abriram e, logo eu estava no Festival da Record de 67. Minha música era Dadá Maria e foi defendida pela Gal Costa (também em começo de carreira) e pelo Silvio César. Mas, no disco do festival, quem canta com Gal sou eu. Foi minha primeira gravação. Participei daquela fatia da história da MPB como um espectador privilegiado.

    A parceria com Almir Sater é um grande momento na minha história. Juntos compomos alguns sucessos que são fundamentais para a sustentação das nossas carreiras. As mais conhecidas são Um Violeiro Toca e Tocando Em Frente. Outra parceria importante foi com a dupla Pena Branca e Xavantinho. Nosso encontro foi em Aparecida do Norte no início dos anos oitenta e, juntos gravamos o disco ""Ao Vivo em Tatuí"", que se transformou num marco no gênero. Aprendi muito com esses dois companheiros, verdadeiros representantes da cultura caipira.

    A morte de Xavantinho foi prematura, sua partida impediu que pudéssemos usufruir mais da voz deste que, na minha opinião, foi um dos maiores cantores brasileiros de todos os tempos. Meu projeto de vida é dar continuidade ao meu sonho de divulgar e difundir cada vez mais o espírito do caipirismo valeparaíbano; não pela repetição das velhas formas e sim pelo potencial que esse Universo cultural oferece para que, como sempre, a música brasileira avance em direção ao futuro, coerente com a evolução, naturalmente moderna."
    Top Vídeos
    #Video 1
    #Video2
    Vídeo #3
    Vídeo #4
    Vídeo #5
    Vídeo #6
    Vídeo #7
    Vídeo #8
    Vídeo #9
    Curta no Facebook
    Top 10 Músicas
    :: Zé da Recaída
    Gusttavo Lima
    1
    :: Zé da Recaída
    Gusttavo Lima
    2
    #2 Notificação Preferida
    Zé Neto e Cristiano
    3
    #3 Não Fala Não Pra Mim
    Humberto e Ronaldo
    4
    #4 Atrasadinha
    F
    5
    #5 Sofazinho
    Luan Santana
    6
    #6 Moleque part. Marilia Mendonça
    Pacheco
    7
    #7 Só Pra Castigar
    Wesley Safadão
    8
    #8 Coração Infectado
    Maiara e Maraísa
    9
    #9 Quem Pegou, Pegou
    Henrique e Juliano
    10
    #10 Oi Nego
    J
    O melhor do Sertanejo
    Site para amantes da música sertaneja, o Melhor do Sertanejo vem se tornando referência em divulgação eletrônica desde seu nascimento.

    Em 2013, totalmente reformulado, surge com uma proposta diferente para atingir tanto fãs quanto contatos importantes do mundo da música, assim fazendo com que a música sertaneja seja posta em evidência e novos artistas e-ou novas músicas impulsionados ao sucesso.
    Redes
    Sociais